HOSPITAL CELSO RAMOS DE FPOLIS PASSA INTEGRAR O SOS EMERGÊNCIAS

  • HOSPITAL CELSO RAMOS DE FPOLIS PASSA INTEGRAR O SOS EMERGÊNCIAS

    Publicado dia 17 de janeiro de 2014 - 16:01

    O Hospital Governador Celso Ramos passa a integrar o Programa S.O.S. Emergências, estratégia elaborada pelo Ministério da Saúde para ajudar a gestão dos principais hospitais de emergências do País, com o objetivo de melhorar o atendimento à população. A solenidade de adesão foi realizada na tarde desta quarta-feira (15), em Florianópolis, com o secretário de Atenção à Saúde (SAS), Helvécio Magalhães, representantes do governo estadual, da prefeitura e da diretoria do hospital. Essa é a 23ª unidade no País a integrar o programa. O Hospital Governador Celso Ramos possui mais de 200 leitos, sendo aproximadamente 30 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
     
    “O S.O.S Emergências representa um conjunto de medidas para a melhoria da gestão das unidades e dos serviços. Em 2014, vamos continuar investindo na melhoria do atendimento da população, e esse programa é estratégico para que isso aconteça, pois visa a organização e gestão interna da unidade”, ressalta o secretário. Ser incluído no SOS Emergências significa contar com recursos, monitoramento e apoio na gestão, como a implantação da classificação de risco que determina a prioridade do atendimento de acordo com a gravidade do quadro clínico do paciente.
     
    Como o Hospital Celso Ramos está inserido na Rede de Urgências e Emergências de Santa Catarina implantada em 2012, a unidade já recebe recursos que ajudam no custeio dos serviços. O Ministério da Saúde repassa mensalmente R$ 300 mil para custear as atividades da unidade, o que totaliza R$ 3,6 milhões por ano. Para essa finalidade, o ministério já repassou um total de R$ 5,7 milhões desde junho de 2012, além de R$ 3 milhões, em parcela única, para aquisição de equipamentos.
     
    Além desses recursos, o Ministério da Saúde enviou R$ 13,5 milhões no período de janeiro a setembro de 2013, referente ao financiamento de 462,5 mil procedimentos ambulatoriais e de urgência realizados no período. Em 2012, o total foi de 658,6 mil procedimentos ambulatoriais e de urgência, com custo de R$ 16,8 milhões.
     
    Em 2012, foi aprovado um Plano de Ação Regional da Rede de Urgência e Emergência, do qual o Hospital Governador Celso Ramos faz parte. Com isso, houve repasse de recursos de incentivo para qualificação de leitos de retaguarda. Foram pactuados sete leitos de UTI no próprio hospital, com valor de custeio anual de R$ 738,7 mil.
     
    Como referência para o atendimento de traumatologia e neurologia, essa unidade é articulada na rede de urgência e emergência juntamente com Hospital Regional Dr. Homero de Miranda Gomes, Instituto de Cardiologia de Santa Catarina (ICSC) e o Hospital Infantil Joana de Gusmão.
     
    Fonte: ABC Digital

Parceiros
Conversa com ACM